fbpx

Diagnóstico

 

Existem diversos tipos de exames diagnósticos para HIV, alguns detectam a carga viral no sangue, outros detectam a presença de antígenos ou anticorpos.

Cada exame tem a capacidade de detectar a infecção num determinado período de tempo após a contaminação. Para saber qual exame você precisa realizar se suspeita de infecção ou para exames de rotina, consulte um profissional da saúde.

Hoje, o Ministério da Saúde preconiza o diagnóstico do HIV com a utilização de dois testes rápidos realizados sequencialmente. Os testes rápidos são realizados gratuitamente por profissionais de saúde treinados em Unidades de Saúde, clínicas e hospitais.

Eles permitem a verificação de resultados em até 30 minutos e utilizam amostras de sangue obtidas por punção digital ou amostra de fluido oral.

Os testes rápidos em geral detectam apenas anticorpos, não detectam material genético ou proteínas do vírus, portanto sua janela diagnóstica é de cerca de 30 dias. 

Há ainda a opção da realização do autoteste que normalmente é feito através de fluido oral ou de sangue. Ele pode ser adquirido em farmácias, é muito simples de fazer e interpretar, podendo ser feito pela própria pessoa em qualquer lugar, se tornando uma alternativa para o diagnóstico.

Lembramos que os laboratórios que fabricam os autotestes devem manter um canal de comunicação com os clientes para apoio e orientação, pois o autoteste não é diagnóstico, ele necessita da realização de outro teste complementar quando o resultado for reagente. 

No Brasil, estima-se que cerca de 15%  dos portadores de HIV, o equivalente a cerca de 134.000 pessoas, não sabem do seu diagnóstico.

Outro dado relevante é que 27% das pessoas que receberam diagnóstico em 2018 tiveram o primeiro exame de linfócitos T-CD4 abaixo de 200 cel/mm3, o que indica o comprometimento significativo da imunidade (AIDS) e diagnóstico tardio de HIV. 

Diagnóstico - HIV

Ref:
1) PCDT HIV Adulto

2) Manual de Diagnóstico do HIV

IMPORTANTE

O diagnóstico precoce do HIV aliado ao tratamento adequado constitui uma forma de prevenção para novas transmissões, além de melhorar tanto a expectativa de vida quanto a qualidade de vida do portador de HIV.

Rua Júlio de Castilhos, 930 Centro - Vacaria/RS

Contato

Contato

99199-1439

E-mail

E-mail

sae.saude@vacaria.rs.gov.br

Open chat
Precisando de ajuda?